PLUGIN_ESTATISTICA
Simecat





Home » Notícias
27/10/2021 | Notícias
Trabalhadores da Niplan (atuando na CMOC) protestam por atraso em rescisões
Vários trabalhadores da Niplan Engenharia que atuam na CMOC foram dispensados recentemente e a partir disso, muitas reclamações chegaram até ao Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil e do Mobiliário de Catalão e da Região Sudeste de Goiás (SINTRACOM) e ao Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão (SIMECAT). Colaboradores, a maioria de outros estados, informaram que a Niplan não respeitou o prazo de pagamento de rescisões, de FGTS e multas.
 
O SINTRACOM, que representa esses trabalhadores, com apoio do SIMECAT, fez vários contatos com a empresa, que por diversas vezes, anunciou prazos para a resolução das pendências, mas não os cumpriu. A situação complicou-se, porque os colaboradores demitidos estão alojados em hotéis, que também reclamam que o pagamento das diárias, por parte da Niplan, está atrasado. Como os demitidos tiveram a suspensão do Vale Refeição e Vale Alimentação, a empresa estava enviando marmitas, mas também há problemas com a alimentação, por causa de dívidas com o restaurante responsável pelas mesmas.
 
Diante de tantos problemas, e desespero dos trabalhadores demitidos, que estão sem dinheiro para voltar para as cidades de origem, nesta quarta-feira (27), SINTRACOM e SIMECAT realizaram uma paralisação na CMOC. Participaram tanto os demitidos quanto trabalhadores na ativa, que também apontaram alguns problemas, como o não depósito de FGTS, e o medo de serem dispensados e passarem pela mesma situação que os colegas estão sofrendo.
 
De acordo com Leandro Borges, presidente do SINTRACOM, e Carlos Albino, presidente do SIMECAT, após a assembleia realizada, os trabalhadores da NIPLAN voltaram para os hotéis onde estão alojados, tanto os da ativa, quando ex-colaboradores. Inclusive, houve um estabelecimento de hotelaria que não ia permitir mais a entrada dos funcionários e ex-funcionários, por falta de pagamento, mas os sindicatos agiram e conseguiram a liberação.
 
O SINTRACOM e o SIMECAT vão aguardar o posicionamento da CMOC, hoje, até às 17h, pois a Niplan acusa que a companhia deve uma importante quantia financeira, e esse seria o motivo de todos os problemas pendentes. Se a CMOC disser que efetuará o pagamento, e a Niplan resolver todas as pendências (rescisões, FGTS, multas, entre outras), e, inclusive, a regularização do depósito de FGTS para os trabalhadores que continuam na empresa, eles voltarão às atividades amanhã (28), se não, a paralisação continuará e pode parar toda a CMOC.
 
Sobre as dívidas da Niplan, as informações são de que seriam cerca de R$ 500 mil em hotéis, R$ 110 mil no restaurante que está fornecendo as marmitas e mais de R$ 120 mil em uma empresa de transporte.
 
Hoje à noite, SINTRACOM e SIMECAT realizarão novas assembleias, nos seguintes horários, nos alojamentos:
19h- Hotel Caçula
19h30 – Raffas Hotel
20h – Casa 24


Voltar Topo
 

Rua Moisés Santana, n° 99 - Bairro São João
Catalão - Goiás. CEP: 75703-060.
E-mail: simecat@simecat.org.br
Telefone: (PABX/FAX): (64) 3442-4296

© 2010 - 2013 Copyright

HISTÓRIA
DIRETORIA
CONVENÇÃO COLETIVA
ACORDOS COLETIVOS
HOMOLOGAÇÃO
NOTÍCIAS | FOTOS | VÍDEOS

CURSOS
EVENTOS
ASSESSORIA JURÍDICA
CONVÊNIOS
FILIE-SE
FALE CONOSCO